Cuidador de idosos: entenda qual o melhor profissional para cada perfil de idosos

insert image
Cuidador de idosos: entenda qual o melhor profissional para cada perfil de idosos

A população idosa vem crescendo no Brasil e no mundo. Isso significa que cuidadores de idosos são cada vez mais comuns e necessários. O cuidador de idosos é responsável por auxiliar em atividades cotidianas e na higiene, além de promover segurança e bem-estar para o paciente.


Por ser um profissional que terá um contato muito próximo e será uma companhia constante, é importante escolher um cuidador que se encaixe no perfil do idoso. É normal que surjam dúvidas durante esse processo.

Qual o melhor profissional para cada perfil de idosos

Todos os cuidadosos devem ser pacientes, responsáveis, atentos e confiáveis, mas alguns têm capacidades específicas que ajudam a lidar com os diferentes perfis de idosos, como idosos agressivos, acamados ou com demência. 


É importante considerar também se o idoso precisa de um cuidador em tempo integral ou só em alguma parte do dia. 

Idoso acamado

O idoso acamado requer cuidados mais técnicos como a atenção para as feridas por pressão, por exemplo. O cuidador precisa ter habilidade para fazer toda a higiene do paciente, assim como trocar fraldas e administrar remédios.


O profissional ideal nesse caso é o que tem habilidade nesses pontos e força, para que o paciente seja levantado e carregado de forma segura.

Idoso com demência

Lidar com idosos que estão em situação de demência é delicado. O cuidador de idosos ideal para esse perfil precisa ser atencioso, paciente e ter empatia. Incentive-o a conversar com o idoso, explicar o que está acontecendo (mesmo que o idoso não pareça entender) e se apresentar.

Idoso agressivo

A agressividade pode aparecer em idosos que se sentem impotentes com sua situação e como reflexo de depressão ou outros distúrbios psiquiátricos. 


O melhor cuidador para esses casos é o cuidador atento e paciente. É preciso paciência para compreender o motivo da agressividade e atenção para identificar gatilhos para as agressões.


A inteligência emocional também é importante nesse caso, considerando que o idoso está em um momento conturbado e não necessariamente quer atingir o cuidador.

Idoso depressivo

A depressão é um transtorno comum entre os idosos. Para lidar com idosos depressivos, o ideal é um cuidador prático e paciente, que vá escutar o idoso e oferecer certo suporte emocional.


Vale ressaltar que, nesses casos, o acompanhamento psicológico é imprescindível. 


Precisa de auxílio para encontrar e escolher um cuidador de idosos? Somos uma empresa de atendimento de saúde domiciliar, podemos te ajudar!


Texto escrito por Dra. Lara Andrade, geriatra da Qualivida.


Confira outras matérias

insert image