Como convencer idosos a aceitar um cuidador?

insert image
Como convencer idosos a aceitar um cuidador?

O fato é que com o passar do tempo, a idade vai avançando, logo chegam os problemas de saúde na vida do idoso. Alguns desses problemas de saúde acabam por prejudicar a autonomia e independência do idoso, sendo necessário buscar ajuda de cuidadores

Desafios

Trabalhar a aceitação do idoso pode ser algo bem difícil para os cuidadores em geral. Isso porque, na maioria das vezes, os mesmos podem se mostrar intransigentes quanto à necessidade de cuidado e à presença do cuidador

Certamente isso acontece devido a vários fatores, entre eles, o medo da mudança. Além disso, o idoso entra em pânico ao perceber que não consegue fazer coisas que fazia anteriormente de forma simples.

É comum a pessoa achar que seu espaço e privacidade estão sendo invadidos por um completo estranho. Sendo assim, é importante que o cuidador, juntamente com a família, entenda que é preciso criar estratégias durante todo esse tempo para manejar esse paciente.

Trouxemos algumas dicas que podem ajudar a convencer idosos a aceitar um cuidador:

1-  Escute o idoso

No início, esse pode ser um assunto delicado, pois envolve diretamente a autonomia do idoso. É importante que o idoso sinta que suas vontades estejam sendo respeitadas. Não imponha nada a ele, converse e seja paciente.


Lembre que, ao lidar com idosos, é preciso de carinho, compreensão e paciência. Ter empatia e escutar o lado do idoso pode diminuir essa resistência e facilitar a chegada do cuidador.

2 - Entenda o motivo da resistência

Existem motivos variados que podem levar o idoso a não querer um cuidador e eles precisam ser compreendidos


Tenha empatia, mantenha uma comunicação clara e seja paciente. Entender o que causa a resistência é importante para apresentar argumentos consistentes, sem perder a paciência e também sem ceder, sobre o trabalho do cuidador de idosos como a solução adequada e necessária.


No caso de idosos com quadros de demência, explique o que está acontecendo, quem é a pessoa que está cuidando e porquê aquele profissional está ali. Mesmo que não haja resposta ou sinais de entendimento, essa comunicação é importante. Nesse caso, a linguagem não verbal - gestos de carinho e fala tranquila - é de suma relevância.  

3 - Ressalte sempre os benefícios

Na hora de conversar, ressalte sempre os benefícios que um cuidador vai trazer para a vida do idoso. Ter um cuidador significa mais independência dos familiares e maior facilidade para fazer as atividades cotidianas, por exemplo.


Muitos idosos sentem que são um fardo para a família e contratar um cuidador que fique responsável pela ajuda com atividades cotidianas no lugar dos familiares pode amenizar esse sentimento.


Uma estratégia,  é esclarecer que o cuidador é um “braço”, mas que a “cabeça” continua sendo do paciente.

4- Explique o trabalho de um cuidador

O papel do cuidador é melhorar a vida do idoso. Para que o paciente entenda isso, explique o que o cuidador faz, porque está ali, quais são suas funções e como ele vai facilitar o dia a dia da casa.


Explique que ele foi contratado para auxiliar no cotidiano e melhorar a qualidade de vida. A maior compreensão pode ajudar idosos a aceitar um cuidador.

5- Procure profissionais qualificados

É muito importante que você procure profissionais qualificados e que tenham afinidade com o idoso. O cuidador será uma companhia constante para o idoso, por isso o paciente deve gostar da sua presença.


Apresente o cuidador aos poucos, faça um período de apresentação e então adaptação entre os dois dentro de casa. Se o caso for de um idoso que esteja agressivo em virtude da sua doença, comece apresentando o cuidador de forma indireta.


Lembre-se de que o idoso ficará sozinho com o profissional, por isso é necessário contratar um cuidador ou uma empresa de atendimento domiciliar de confiança. A Qualivida é uma empresa que está há mais de 10 anos levando atendimento de saúde de qualidade para dentro dos domicílios.


Somos uma plataforma de Delivery de Saúde Domiciliar. Nossa proposta é entregar profissionais multidisciplinares e diferenciados para o atendimento de suas necessidades, realizando procedimentos, consultas, sessões e procedimentos, desde pacientes com necessidades mais simples, como curativos, até acompanhamento de pacientes em ventilação mecânica em domicílio.


Entre em contato com um cuidador de confiança!


Texto escrito por Dra. Lara Andrade, geriatra da Qualivida.


Confira outras matérias

insert image