A importância do atendimento domiciliar durante a pandemia da COVID-19

insert image
A importância do atendimento domiciliar durante a pandemia da COVID-19

A procura por atendimento de saúde domiciliar cresceu 17% na pandemia, sendo uma alternativa para proporcionar maior conforto e segurança para o paciente e reduzir a ocupação de leitos hospitalares. 


Hoje, em nível mundial, o home care já é uma realidade, visto na atualidade como uma das formas de humanizar a recuperação do paciente e individualizar seus cuidados proporcionando melhora qualidade de vida para o mesmo.


No atual cenário, em que medidas de isolamento social se fazem necessárias - principalmente nas pessoas enquadradas como grupo de risco -,  o atendimento domiciliar se tornou uma alternativa segura e eficaz seja para consulta médica ou realização de procedimentos de enfermagem. 

A possibilidade de que o paciente esteja perto da sua família e no seu próprio ambiente, somada ao avanço tecnológico que permite maior segurança no monitoramento e assistência do paciente, também favorece a procura pelo home care.

Redução da ocupação leitos hospitalares 

O home care é fundamental no enfrentamento da pandemia da COVID-19, muito pela segurança dos pacientes, mas também por ajudar na redução de sobrecarga do sistema hospitalar. 


Em todo o país, os sistemas públicos e privados estão lidando com a saturação ou ameaça de saturação de leitos hospitalares. 


O atendimento domiciliar entra como opção para pacientes hospitalizados já no final da internação ou que ainda precisem de alguns cuidados para terminar ou continuar o tratamento em casa, causando a liberação de leitos para os casos mais graves da COVID-19. 


Em se tratando de pacientes frágeis, como os acamados, o homecare se faz de fundamental importância para minimizar os prejuízos causados por internamentos prolongados, como por exemplo desenvolvimentos de feridas.


A Qualivida é pioneira no home care 4.0, oferecendo mais cuidados e equipamentos de ponta para um atendimento domiciliar seguro e de qualidade. Integramos as visitas profissionais a entrega de equipamentos, materiais e medicamentos de acordo com o tratamento a ser realizado.

Segurança do paciente e profissionais 

Durante a pandemia da COVID-19, os cuidados com a segurança do paciente e dos profissionais de saúde envolvidos no home care são redobrados. 


O mais importante é seguir as orientações dos órgãos de saúde, como uso de máscaras e higienização das mãos. 


Entre as medidas a serem adotadas também estão a restrição do contato entre as pessoas e de visitas em casa, praticar a medidas de prevenção e utilizar telemedicina quando necessário. 


Outros cuidados a serem tomados são  manter os ambientes da residência ventilados e com as janelas abertas e não compartilhar objetos de uso pessoal.


Telemedicina

A pandemia antecipou tendências que já vinham ganhando espaço no mundo da medicina, a exemplo da telemedicina, que além de otimizar tempo poupando deslocamento, pode tornar a relação entre médico e paciente mais dinâmica. 


A telemedicina se constitui basicamente por consultas online e uso de tecnologias, e devido à pandemia da COVID-19 foi regularizada no Brasil. Apesar de não anular a necessidade do atendimento presencial, a telemedicina oferece vantagens como mais praticidade para os pacientes e profissionais de saúde.


Seja para teleconsultas, exames de rotina ou em situações de urgência, esse é um apoio importante para a prevenção, diagnóstico, monitoramento e tratamento de doenças, lesões e outras condições médicas à distância. 


Ela tornou possível a transmissão e o compartilhamento de informações médicas a quaisquer distâncias, com segurança e melhorias também na qualidade do atendimento.



Tem interesse por home care ou telemedicina? Fale com a gente!


Fique por dentro do que acontece na Qualivida pelo nosso Instagram!


Confira outras matérias

insert image